Cadeia da Esperança leva cardiologia a S. Tomé e Príncipe

Posted by

A primeira unidade de cardiologia de S. Tomé e Príncipe vai ser inaugurada na terça-feira, no Hospital Ayres Meneses, em São Tomé, informou na terça-feira em Coimbra a Cadeia da Esperança, organização não governamental (ONG) de solidariedade médica sedeada no Hospital Geral do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (HG-CHUC).

A nova unidade funcionará num pavilhão autónomo e concentrará meios de diagnóstico de cardiologia e gabinetes de consulta, tendo sido concretizada pela ONG com apoio do comendador português A. Almeida Roque.

Para dar sustentabilidade à intervenção, em setembro vem a Coimbra uma médica santomense que obteve uma bolsa da Cadeia da Esperança para formação em cardiologia clínica.

(Texto: Agência Lusa)

2 Comments

  1. Abílio Ferreira says:

    Ainda bem que é uma (ONG), porque se fosse do governo, meu Deus…

  2. Fiquei muito contente com esta noticia porque tambem ja trabalhei em sao tome.lisete

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.