Médico António Requixa morre em acidente no IC8

Posted by

António Requixa, médico urologista  e dirigente histórico dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra, morreu esta quinta-feira, num brutal acidente de viação no IC8, perto de Louriçal (Pombal).

 

A morte do médico foi confirmada ao DIÁRIO AS BEIRAS por uma fonte dos Antigos Orfeonistas, grupo cultural de que António Requixa foi fundador e presidente. O acidente envolveu três automóveis, no IC8, em Outeiros do Louriçal, e provocou ainda um outro morto, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS). Também a mulher do malogrado urologista resultou ferida, tendo sido transportada para Coimbra e sido operada de urgência nos HUC-CHUC.

Segundo a fonte do CDOS, o acidente ocorreu no sentido Pombal-Figueira do IC8, ao quilómetro 26, pelas 18H19.

Nascido em 1941, em Coimbra, Requixa viveu desde a infância em Cantanhede. Filho de médico e filantropo, aprendeu piano desde criança e viria a ser como pianista, a par de cantor (barítono), que se destacou, enquanto estudante de Medicina (entrou na universidade em 1958) no Orfeon Académico, então ainda apenas coro para vozes masculinas.

António Requixa era um prestigiado médico do serviço de Urologia e Transplantação dos Hospitais da Universidade de Coimbra, de que foi, aliás, chefe de serviço (estava aposentado desde abril de 2011. Especialista em Andrologia, era reconhecido entre os seus pares e tinha sido alvo de uma homenagem nacional, no âmbito das 12.ªs Jornadas Nacionais de Urologia em Medicina Familiar, a 19 de abril último, em Lisboa.

Foi elemento preponderante do coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra – grupo criado em 1980, recuperando a formação exclusivamente masculina, por oposição ao “novo” Orfeon misto. Foi, depois, presidente da direção entre 1984 e 1986 e entre 2002 e 2004 .  Foi também uma das figuras incontornáveis no processo que concretizou a sede da asssociação. Amante de viagens, foi ainda um dos responsáveis por algumas das digressões planetárias daquele grupo.

Homem de cultura, portanto, António Requixa dedicou-se também ao estudo da história das ciências. Neste contexto, publicou mesmo, em 2002, um estudo, intitulado “História da Urologia da Renascença ao século XIX”, na revista da Associação Portuguesa de Urologia,

Nos Antigos Orfeonistas, António Requixa foi figura de proa na organização de alguns dos grandes concertos, em Coimbra, como é exemplo o que trouxe ao pátio da Universidade de Coimbra o grande tenor espanhol José Carreras.

25 Comments

  1. Pingback: Dois mortos em colisão rodoviária – A Bola |

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.