João Portugal não se compromete com Ataíde

Posted by

O recandidato João Portugal ganhou com maioria absoluta nas nove secções da Figueira da Foz. Em todas, exceto em Alqueidão, onde votaram três militantes, dois dos quais em João Carronda. As eleições para a concelhia figueirense tinham, porém, um terceiro candidato – José Charana Pequeno, militante há menos de um ano, que ficou em terceiro lugar.
José Pequeno conseguiu, no entanto, uma honrosa segunda posição na poderosa secção de Buarcos, uma das maiores do distrito de Coimbra. É ali onde António João Paredes (que terá instigado a candidatura do “ilustre desconhecido”, que, por sua vez, apoiou Pedro Coimbra), antecessor de João Portugal, tem uma forte base de apoio. Portugal e Carronda, recorde-se, apoiaram Mário Ruivo.

O mesmo PS que não se compromete com o apoio a uma eventual recandidatura de João Ataíde à presidência da Câmara da Figueira da Foz. “Prometemos eleições primárias (para a escolha do candidato à autarquia) e é isso que vamos fazer”. E, acerca do assunto, mais não disse João Portugal.

(Artigo de Jot’Alves. Texto integral na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS)

4 Comments

  1. Vai ser um descalabre para o PS se não apoiar o atual Presidente de Camara nas proximas eleições ele está afazer um exelente trabalho deve continuar e não ser que o atual presidente conselhio agora eleito queira perder a camara novamente.

  2. Vigilante says:

    A ideia de directas é um autêntico tiro nos pés para o PS, nota-se realmente por esta atitude o tipo de liderança local PS, descuidada, troca tintas e desconhecedora da realidade local,……. a não ser que já exista algum «notável», do partido a querer o lugar…..

  3. mas quem é esta gente? são pais filhos e primos da mediocridade seguramente , como é que não lhes fazem a vénia….o banco de portugal também tinha o constâncio primo do sócrates e pai do joãozito….passem bem miseráveis e corruptos debochados…

  4. são todos muito inteligentes, os jornalistas e este meninos….

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.