FigueiraViva inaugura creche O Cocas em Tavarede

Spread the love

 

FOTO PAC

 

A FigueiraViva – Associação de Cooperação e Solidariedade para o Desenvolvimento inaugurou esta sexta-feira a creche O Cocas. A nova valência da IPSS, que fica situada em Carritos, freguesia de Tavarede, Figueira da Foz, tem capacidade para 33 crianças, dos quatro meses aos três anos, explica Vânia Duarte. As novidades prendem-se com o alargamento do horário e a abertura ao fim de semana, acrescenta a diretora técnica da instituição.

Ora, de segunda a sexta-feira, a creche está aberta entre as 07H30 e as 20H00. E aos sábados e domingos mediante comprovação dos pais, “ao garantirem que se encontram a trabalhar”, refere Vânia Duarte.

Na nova valência é ainda possível usufruir do regime de part-time ou diária mensal, sempre de acordo com a disponibilidade dos pais, acrescenta a diretora. Neste momento, O Cocas tem abertas inscrições que podem ser feitas na FigueiraViva. Por sua vez, de acordo com o presidente da IPSS, a abertura da creche, orçamentada em 100 mil euros, foi projetada para 2009, uma vez que o processo começou em 2007.

No entanto, devido “a burocracias” só agora foi possível abrir o espaço, explica José Iglésias, acrescentando que foi cedido pela câmara municipal e junta de Tavarede. Atualmente, estão a trabalhar três funcionários mas, à medida que forem chegando as inscrições, o objetivo final é ter nove postos de trabalho.

José Iglésias refere ainda que a instituição assegura o transporte das crianças e que até dá cursos de formação naquela área. Refira-se que, na inauguração foi descerrada uma placa em homenagem a Jorge Rigueira, um dos sócios fundadores da instituição. A cerimónia contou com a presença do presidente da Câmara da Figueira da Foz, João Ataíde, entre outras individualidades.

 

Novos projetos

A FigueiraViva tem, entretanto, novos projetos que passam pela criação do Centro de Atendimento e Acompanhamento para Doentes com Alzheimer. Pretende igualmente avançar com a “resposta de centro de dia específico para esta demência”, explica Vânia Duarte.

Para quando? “Este mês, em colaboração com uma outra entidade do concelho de Cantanhede”, assegura a responsável.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.