Centro de Investigação da UBI quadruplicou verbas aplicadas em projetos biomédicos em quatro anos

Posted by

O Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS) da Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, quadruplicou em quatro anos, para 550 mil euros, as verbas aplicadas em projetos biomédicos, disse na terça-feira fonte da instituição à agência Lusa.

O CICS acolhe este ano 19 projetos, nove dos quais financiados diretamente pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), e outros dez apoiados com a verba geral atribuída pela FCT ao centro de investigação.

“Em quatro anos o orçamento dos projetos multiplicou por quatro”, disse Ignacio Verde, coordenador científico do CICS.

Cerca de 80 por cento da verba é atribuída pela FCT, havendo ainda apoios pontuais de empresas e sociedades científicas.

O centro conta com 160 investigadores, 47 dos quais doutorados, sendo os restantes estudantes de doutoramento ou mestrado.

Todos juntos, procuram inovações “em duas grandes áreas”, destacou Ignacio Verde.

Por um lado, “o estudo de doenças”, nomeadamente, na área da infertilidade, glândulas endócrinas, sistema cardiovascular (hipertensão e AVC), neurociências (Parkison e Alzheimer) e alergias.

Por outro, avança-se “na área da biotecnologia, com produção de moléculas para diagnóstico, tratamento ou investigação mais aprofundada”, assim como produção de materiais microscópicos para libertar fármacos de forma controlada.

Há também investigadores “na área da toxicologia, com novas metodologias de análises a drogas em humanos”.

 

(Texto: Agência Lusa)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.