Assalto a carrinha de valores começa a ser julgado no dia 13 de junho

Posted by

Um dos principais arguidos do assalto a uma carrinha de valores em 2009, em Taveiro, Coimbra, foi inquirido judicialmente ontem, para lhe ser decretada a prisão preventiva até ao desfecho do julgamento, que começa no dia 13 de junho.

Amadeu Louro, ou “Manu”, o único português do grupo operacional luso-francês, encontrava-se detido em França pela prática de outros crimes, e após cumprir a pena em Nanterre, foi extraditado no dia 26 de maio, ao abrigo de um mandado de detenção europeia. Fonte judicial revelou à agência Lusa que “Manu”, emigrante em França, deve ser sujeito à medida de coação de prisão preventiva, a exemplo dos seus companheiros.

A aguardar o julgamento no Tribunal Judicial de Coimbra, encontram-se três reclusos franceses em prisão preventiva em Monsanto, conhecidos pelas alcunhas de “Tanu”, “Le Grand” e “Popote”.

Versão completa na edição impressa

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.