Provedor quer responsabilização da Brisa caso obstáculos sejam a causa do acidente

Posted by

O provedor de Justiça recomendou esta quarta-feira aos automobilistas que chamem forças de segurança, em caso de acidente nas autoestradas da Brisa, para que sejam confirmadas as causas dos sinistros, se estes forem provocados por objetos, líquidos ou animais.

A recomendação surge na sequência de várias queixas que utentes têm apresentado, ao longo dos anos, ao provedor, em relação à Brisa por se sentirem lesados em acidentes relacionados com obstáculos na via e que, sistematicamente, veem recusada a indemnização dos seus danos, diz uma informação da Provedoria.

Nesta nota, o provedor de Justiça, Alfredo de Sousa, recorda que a Lei 24/2007, de 18 de julho, confirma o “entendimento judicial preponderante, de que a concessionária deverá ser considerada culpada (salvo prova em contrário, por si apresentada) em acidentes causados pela presença de objetos, animais ou líquidos na autoestrada”.

(Texto: Agência Lusa)

One Comment

  1. NaoMeConformo says:

    Pois é, mas esses Senhores da Brisa e outras que tais só pagam quando a reclamação é feita pelo advogado do "desgraçado" que tenha o azar de ter um acidente quando pagou para viajar com rapidez e segurança.
    E que dizer da filha-da-p*tice de cobrar por inteiro uma portagem quando as auto-estradas e pontes estão em obras, com faixas cortadas, segurança comprometida e velocidades reduzidas? Porque é que o utente só tem direito a receber parte do dinheiro de volta se for preencher uma reclamação POR CADA VIAGEM FEITA?
    Dá vontade de dizer para irem roubar prá estrada, mas entre Brisas, Galps e essa corja toda que "ataca" nas estradas portuguesas, coitadinhos de nós..!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.