Primeira fase do dispositivo de combate aos fogos está no terreno

Posted by

A fase “Bravo” de combate a incêndios florestais começa hoje, com mais de seis mil bombeiros operacionais, num ano atípico em que a área ardida já é cinco vezes superior à registada no período homólogo de 2011. Consequência do primeiro trimestre do ano em que só choveu dois ou três dias.

Durante a fase “Bravo”, a segunda mais crítica no combate a incêndios, que se prolonga até 30 de junho, vão estar mobilizados 6.271 bombeiros, 1.577 veículos, 28 meios aéreos e 70 postos de vigia, segundo o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) para este ano.

De acordo com o DECIF, os meios aéreos, da responsabilidade da Empresa de Meios Aéreos (EMA), vão aumentando ao longo da fase “Bravo”, começando com sete até 31 de maio, aumentando então para 24, até 15 de junho, chegando depois aos 28.

O DECIF está orçado este ano em 70,2 milhões de euros, dos quais 45 milhões são para os meios aéreos, 17 milhões para despesas com pessoal, 1,7 milhões para combustíveis e outros 6,5 milhões de euros para despesas extraordinárias.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.