Fenprof defende que a lei está a ser violada em contratos pós qualificação

Posted by

Federação Nacional dos Professores (Fenprof) denunciou esta terça-feira, no Parlamento, que estão a ser contratados docentes no Ensino Superior, auxiliares ou adjuntos, com remunerações inferiores às respetivas categorias.

“Isto é a mesma coisa que contratar médicos especialistas e contratá-los como internos ou contratar capitães e pagar-lhes como sargentos”, disse o coordenador da Fenprof para o Ensino Superior, Rui Salgado.

O dirigente referia-se a situações de professores que após o doutoramento viram feitos novos contratos, com o vencimento que tinham anteriormente.

A delegação da Fenprof é ouvida na Assembleia da República no âmbito de uma audiência que solicitou à Comissão de Educação, Ciência e Cultura.

(Texto: Agência Lusa)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.