Trabalhadores da Moveaveiro podem regressar à greve

Posted by

Os trabalhadores da empresa municipal Moveaveiro ainda não receberam o salário de março, disse fonte sindical que admitiu que as greves parciais realizadas no ano passado contra o atraso sistemático no pagamento dos vencimentos podem voltar a repetir-se.

“Nunca tivemos um atraso tão grande e já não devemos receber os salários antes de passar a Páscoa”, disse à Lusa Jaime Ferreira, do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL).

O sindicalista realça que esta situação, para além de violar o acordo de empresa em vigor naquela empresa municipal, causa “muitos transtornos” aos seus trabalhadores.

Jaime Ferreira adiantou ainda que nos meses de janeiro e fevereiro, a Moveaveiro também não pagou os vencimentos até ao dia 20, tal como está estipulado no acordo da empresa.

“Tínhamos a expetativa que as coisas iriam correr pelo melhor, mas pelos vistos temos de voltar à luta”, afirmou o sindicalista, acrescentando que os trabalhadores encaram a possibilidade de voltar a fazer greves parciais contra o atraso sistemático no pagamento dos salários.

Num plenário realizado em março do ano passado, os trabalhadores decidiram fazer uma greve parcial de duas horas a partir do dia 20 de cada mês, caso não recebessem até essa data o respetivo salário mensal, tendo sido entregues pré-avisos de greve para todos os meses até ao final de 2011.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.