Suspeitos de morte e profanação de cadáver ficam em prisão preventiva

Posted by

O tribunal de Mangualde decidiu manter em prisão preventiva os dois suspeitos pela morte de um homem e profanação de cadáver em Penalva do Castelo, disse à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária (PJ).

Os dois indivíduos, um segurança de 20 anos e um taxista de 32, de Viseu, estavam a ser ouvidos em interrogatório judicial no tribunal de Mangualde desde a passada terça-feira, depois de detidos pela PJ em colaboração com a PSP de Viseu.

O crime aconteceu na quinta-feira, dia em que a PSP de Viseu foi alertada para o desaparecimento da vítima, que residia nesta cidade e foi encontrado na terça-feira no concelho de Penalva do Castelo, morto com vários tiros e partes do corpo queimado.

Presos preventivamente, os dois homens são suspeitos de autoria de homicídio e tentativa de destruição do corpo de um indivíduo de etnia cigana que estava referenciado pela polícia de Viseu como traficante de droga e consumidor.

Fonte ligada à investigação disse à Lusa que a causa mais provável para o homicídio terá sido um “ajuste de contas” relativo à aquisição e venda de drogas.

6 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.