Arganil “disponível” para investir no regresso do Rali de Portugal à região

O presidente da câmara de Arganil, Ricardo Alves, diz que a autarquia que lidera está “disponível” para investir financeiramente no regresso do Rali de Portugal às estradas da região.

“O rali de Portugal não é a mesma coisa sem passar por Arganil. Estamos disponíveis para investir no sentido de trazer de volta o rali para a região”, disse à agência Lusa o autarca do PSD.

Referiu que o executivo que lidera tem vindo a acompanhar “de forma entusiasta” um movimento de adeptos dos ralis, surgido na rede social Facebook há cerca de uma semana e que advoga o regresso dos melhores pilotos do mundo às classificativas de Arganil, palco do rali de Portugal entre a década de 1960 e 2001.

Ricardo Alves disse ainda que o “interesse reiterado” do município de Arganil em fazer regressar o rali às estradas florestais da região centro resultou em contactos com o Automóvel Clube de Portugal, organizador da prova.

“Não fizemos alarde público desses contactos, até porque é matéria sensível. Mas assumo que o rali de Portugal tem algumas exigências difíceis de concretizar”, disse Ricardo Alves, aludindo, por exemplo, ao parque hoteleiro necessário para acolher a prova.

O autarca lembrou, por outro lado, a iniciativa “muito interessante e louvável” da região de Fafe que, este ano acolheu uma classificativa espetáculo no histórico troço de Lameirinha, assegurando que o município de Arganil está “interessado” em poder promover uma iniciativa idêntica em conjunto com as autarquias adjacentes.

“Temos trabalhado em conjunto em várias áreas, esse pode ser mais um traço dessa união”, declarou.

Um grupo de adeptos dos ralis reuniu na rede social Facebook, no espaço de uma semana, cerca de 17 mil pessoas que defendem o regresso do rali de Portugal às estradas florestais da região de Arganil.

Intitulado “Queremos o regresso do Rali de Portugal a Arganil e Pampilhosa da Serra”, o grupo, fundado por Bruno Silva, defende o regresso da prova do mundial de ralis às classificativas “históricas, épicas, memoráveis e marcantes” da região centro.

“Queremos o Rali de Portugal de regresso ao local de onde nunca deveria ter saído”, advogam.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.