Risco máximo de incêndio paira na região

Arquivo - Gonçalo Manuel Martins

Sete concelhos de Portugal continental apresentam hoje risco “máximo” de incêndio, o mais grave de uma escala de cinco, informou o Instituto de Meteorologia (IM).

Os concelhos com risco máximo de incêndio são Arganil, Góis, Pampilhosa da Serra e Miranda do Corvo, no distrito de Coimbra, Pedrógão Grande e Castanheira de Pêra (Leiria) e Monchique (Faro).

O risco de incêndio, determinado pelo IM, engloba cinco níveis, variando entre “reduzido” e “máximo”.

O seu cálculo é feito com base nos valores, observados às 13:00, da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

Desde as 00:00 de hoje, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou 26 incêndios, um dos quais ainda em curso.

Desde a 01:00 que está ativo um incêndio em Abelheira, no concelho de Paredes, distrito do Porto, e que envolve no seu combate 75 bombeiros e 28 veículos.

A ANPC informa na sua página da Internet que às 8:30 o incêndio tinha ainda uma frente ativa.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.