“Queremos todos trabalhar no caminho da excelência”

Posted by

 

| Open Player in New Window

Esta é uma direção de continuidade na Magenta?

Não é propriamente uma direção de continuidade. Alguns elementos dos corpos sociais (a maioria) transitam do anterior mandato. Contudo, não quer dizer que seja uma direção de continuidade.

Tem como objetivo principal divulgar a Magenta e promover os seus associados e as suas obras. Não é isso que tem sido feito?

Essa é a grande finalidade da Magenta, faz parte dos seus estatutos. Quando disse isso, não quis dizer que vou fazer melhor. No entanto, quaisquer órgãos sociais têm por objetivo fazer mais e melhor, porque queremos todos trabalhar no caminho da excelência, que é sempre difícil de atingir.

Na tomada de posse, adiantou que vai fazer parcerias. Com quem e para quê?

Para conseguir encontrar uma forma mais abrangente de divulgar a Magenta, as obras dos seus associados, a arte. Como é que elas vão ser feitas, ainda está no segredo dos deuses. Ainda temos de ver como e quem é que vamos convidar.

A galeria encontra-se num espaço da autarquia que pode ser alienado a qualquer momento. Tem o plano B?

Não. Estamos naquele espaço há já alguns anos e se eventualmente um dia tivermos de sair, teremos de ponderar essa situação.

Existem várias associações de artes plásticas locais. Não são estruturas a mais para a dimensão da cidade?

Tudo que for feito em prol das artes é bom. Na Figueira da Foz há muitos artistas plásticos, daí emergirem as associações.

A austeridade está a deixar alguns dos associados da Magenta numa situação crítica. Que tipo de apoio lhes presta a associação?

Neste momento, a Magenta não está a prestar nenhum apoio particular. Também não nos foi solicitado. As situações que existem agora são as mesmas que existem há uns anos.

Esta entrevista pode também ser ouvida na íntegra no programa “Clube Privado” da Foz do Mondego Rádio (99.1FM), às 19H00 de sexta e de sábado e às 22H00 de domingo

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.