Câmara de Vouzela lança campanha de poupança de água

A Câmara de Vouzela vai lançar uma campanha junto da população com vista à redução do consumo de água, numa tentativa de prevenir problemas graves no abastecimento público durante os próximos meses, devido à seca.

“Para já, ainda não temos qualquer situação de rutura. Estamos a atuar preventivamente, atendendo às previsões climatéricas que existem”, justificou à agência Lusa o presidente da autarquia, Telmo Antunes.

O concelho de Vouzela tem uma taxa de cobertura de rede de água de 89 por cento.

Segundo Telmo Antunes, o abastecimento é feito a partir de “várias captações”, nalguns casos mais do que uma em cada freguesia.

“O facto de haver muitos pontos de abastecimento pode vir a trazer-nos muitos problemas, que teremos de resolver caso a caso”, explicou, acrescentando que as captações são sobretudo em nascentes, não havendo uma barragem que sirva o concelho.

O autarca contou que nalgumas nascentes, nomeadamente na freguesia de Campia (numa antiga pedreira), se no passado “as águas transbordavam, hoje estão muito mais profundas”. Por outro lado, “foram feitas obras que diminuíram as nascentes”.

Neste âmbito, a autarquia vai sensibilizar a população para só usar água do abastecimento público para consumo doméstico, nomeadamente para cozinhar, tomar banho e lavar roupa e loiça.

“As pessoas têm que entender que não podem usar esta água para rega. Só pode ser usada para aquilo que é estritamente necessário”, frisou Telmo Antunes.

Este apelo chegará aos munícipes na fatura mensal da água, que incluirá uma recomendação para reduzir o seu consumo.

No sítio da Internet da autarquia já estão vários conselhos para poupar água, como colocar uma garrafa de plástico cheia de água no depósito do autoclismo (o que reduz o consumo em cerca de 25 por cento) e utilizar as máquinas de lavar roupa e loiça com a carga completa.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.