Um caminho para o sucesso de Portugal

Almeida Henriques

Vivemos dias difíceis e conturbados. Tempos que vão ser ultrapassados, mas que exigem uma redefinição do que somos e uma visão do que queremos ser. Este é um debate que vai para além de Portugal e que afecta, sem excepção, toda a Europa e, em última instância, o projecto europeu.

Pouco a pouco, vamos percebendo que está muito mais em causa do que uma simples crise do euro resultante do desvario orçamental de alguns países “mal-comportados”. É muito mais do que isso, e como consequência floresce agora o debate ideológico sobre o modelo social europeu e as disposições dos tratados que regulam – ou não regulam para ser mais preciso – a política económica da União Europeia.

A recente percepção, de que a crise do euro está para além dos perversos contextos orçamentais, identificados apenas em alguns países, não podia ter sido mais favorável à visita do Presidente da República aos EUA.

Não que não conhecêssemos já as virtudes dos portugueses em matéria de capacidade de trabalho, espírito inovador e empreendedor. Mas porque a visibilidade que esta missão dá à excelência da nossa natureza e ao reconhecimento do sucesso dos portugueses, que ousaram levar o melhor de Portugal a outros continentes, pretende inspirar os que cá ficaram a fazer o mesmo ou melhor pelo seu país.

Neste contexto, a presença de Cavaco Silva em Silicon Valley materializa na perfeição a visão que este Governo tem para o crescimento económico de Portugal, numa perspectiva global e que contempla a valorização dos nossos factores de competitividade.

O nível de compromisso do actual executivo com o futuro do nosso país implica um forte investimento na competência do seu capital humano, na excelência da sua comunidade científica e na inovação do seu sector empresarial, em particular na vertente diferenciadora, investimento esse do qual se espera a reciprocidade.

A aposta inequívoca na capacidade dos portugueses como tentativa de debelar a crise e a necessidade de difundir todos estes argumentos, em forma de incentivos à criação de empresas e à captação de investimento, é o projecto económico que estamos agora a colocar no terreno.

Com ousadia e irreverência. Encorajados pela crença inequívoca de temos tudo para crescer e vencer, é este o caminho de sucesso que Portugal vai percorrer.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.