“Se houve atentado, não foi contra Sá Carneiro”, diz António Capucho

DR

António Capucho, figura destacada do PSD, disse no sábado (3), em Anadia, que, “se houve atentado em Camarate, não foi contra Sá Carneiro“, porque não estava previsto o fundador do partido ir no avião que se despenhou em 1980.

António Capucho falou na Curia como orador convidado da conferência “Sá Carneiro, o Homem e o Político”, organizada pelo PSD de Anadia na véspera da passagem de 31 anos sobre a morte de Francisco Sá Carneiro, a 4 de dezembro daquele ano.

“Reuníamos frequentemente num restaurante e almoçamos lá no dia em que morreu. Não era suposto ele ir para o Porto, mas sim fazer campanha em Setúbal, só que, como a Helena Roseta [então destacada militante do partido] tinha retomado a campanha eleitoral e ia estar em Setúbal, entenderam ser melhor ele ir ao Porto”, contou.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.