Manuel Frexes quer Assembleia da República a tomar conta do dossiê administração local

Posted by

DR

O presidente dos Autarcas Sociais Democratas (ASD), Manuel Frexes, disse à Lusa que “está na altura” de a Assembleia da República tomar conta do dossiê da reforma da administração local.

Manuel Frexes falava depois de o tema ter sido abordado com o primeiro-ministro e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, no sábado, no Fundão, à margem de um encontro com comissões políticas distritais “para tratar assuntos internos” relacionados com o congresso do partido agendado para março.

O também presidente da Câmara do Fundão refere que “o documento verde [que prevê a reforma da administração local] está divulgado e debatido e é altura de a Assembleia da República tomar conta do dossiê e chamar o PS à responsabilidade” com vista à redação de um diploma que corporize o entendimento.

Manuel Frexes acusa o PS de “hipocrisia e cinismo totais ao dizer que não tem nada a ver com o assunto”.

O presidente dos ASD aponta o dedo ao PS que há poucos meses, ainda no Governo, “tinha um secretário de Estado que andava a percorrer o país a advogar a extinção das freguesias”.

Para o autarca, “o Governo fez um trabalho correto: lançou um debate sem qualquer imposição, só lamentamos a hipocrisia sem limites do PS”.

Contudo, os ASD pretendem ainda “limar” alguns critérios de reorganização de autarquias, nomeadamente, “que o critério de desertificação usado à escala municipal seja também contabilizado ao nível das freguesias”.

3 Comments

  1. Jose Henriques says:

    Quem fala assim não é gago. Já que foi dada a oportunidade às Assembleias de Freguesia de debater e decidir sobre o assunto, na maioria dos casos "chutaram para canto" , dizendo uns que se lhes tirassem a "quinta" que faziam levantamentos populares, outros remetiam para referendos, dado que decidirem seja o que for em nome de quem os elegeu para isso mesmo, não são capazes. São sim muito rápidos a pensar é em festas e em serem mordomos, pois estes assuntos são muito "pesados" para as cabeças de muitos Presidentes de Assembleia de Freguesia, e o que mais se viu, foram os Presidentes de Junta a protestar, quando o poder desta deliberação está na Assembleia de Freguesia. Siga a Lei da Reorganização da Administração Local para a Assembleia da Republica e que seja imposta. Que venha nova Lei eleitoral e de Finanças Locais que varra os incompetentes Presidentes de Junta que se preocupam mais em comprar 100 litros de vinho para a festa do que mandar o pessoal limpar valetas…

    • Luis Antunes says:

      Senhor José, estará certo meter tudo no mesmo saco? Convido – o a dar um passeio por este lindo Portugal profundo e perguntar ao povo quais as obras feitas nos últimos trinta anos pelas Freguesias.Vá Sr.José, vá passear.
      Luís Antunes, Presidente da Junta de Paialvo – Tomar.

      • Jose Henriques says:

        Compreendo muito bem o seu gosto pessoal por passeios e almoçaradas. Quando o Jerónimo de Sousa foi ao comício/almoço da CDU em Vila Nova, quem é que pagou? Foi a Junta de Freguesia de Paialvo? Quando a JF de Paialvo organiza excursões de mais de 50 seniores e almoços para mais de 150, quem paga e qual o custo dessa “nobre” iniciativa para a JF? Que resultados políticos são obtidos? A CDU tem aumentar o número de votos ou não? Continue a gastar em almoçaradas e passeatas o parco dinheiro que a JF recebe, porque se assim não fosse, os idosos de Paialvo ainda se iriam sentir no Portugal profundo, mesmo que a distância que os separa de Tomar sejam apenas de 8 KM.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.