Presidente do INAG visita este mês zonas críticas da costa da Figueira da Foz

Posted by

Foto Jot'Alves

A convite do presidente da câmara municipal, Orlando Borges visita as zonas críticas do litoral da Figueira da Foz, no próximo dia 14 de novembro.

João Ataíde será anfitrião do homem forte do Instituto Nacional da Água (INAG) nas praias da Figueira da Foz, Buarcos, S. Pedro, Costa de Lavos e Leirosa, localidades onde o mar continua a avançar e os prejuízos materiais poderão não se ficar pelos equipamentos de praia, como tem acontecido até aqui.

E Orlando Borges vai ter muito para ver. Ou melhor, vai ver menos praia e mais destruição da costa. Esta não é, porém, a primeira vez que um autarca da Figueira da Foz recebe o responsável máximo daquele organismo público. Duarte Silva, antecessor de João Ataíde, também foi seu anfitrião. Mas, entretanto, já passaram cerca de uma dezena de anos e nada foi feito para travar a destruição da costa.

Versão completa na edição impressa

3 Comments

  1. Neste país impera sempre aquele ditado já muito velhinho mas, que sai sempre certo, ou seja, "depois de casa assaltada, trancas na porta". Devem estar à espera do pior para depois fazer o que já devia estar feito….

  2. 15anosadizernão says:

    Extinga-se o INAG. Se o que aconteceu na região Centro, com destruição de vastas manchas dunares e riscos sérios para populações, ocorresse na Costa da Caparica (com riscos para um parque de campismo), caía o Carmo e a Trindade – ou até o Governo – e era ver tractores, camiões e caterpillares em azáfama continuada que a isso obrigavam os constantes directos das TVs. Na região centro? Desastre? Que importa!!! Extinga-se o INAG, repito! E de caminho: a regionalização não é mais importante a cada dia que passa?

  3. cristina henriques says:

    NA FIGUEIRA HÀ MUITO DESCUIDO NESTAS SITUAÇÕES QUE NO MEU ENTENDER PODIAM TER SIDO EVITADAS… O MAR É UM ECOSSISTEMA MUITO INSTÁVEL!
    PARA O VERÃO DE 2012 AS CASAS DE PRAIA ARRENDADAS TAMBÉM NÃO DEVEM TER O PREÇO EXORBITANTE DOS ANOS ANTERIORES PORQUE SENÃO COM A CRISE A PRAIA VAI FICAR MUITO MAIS DESERTA… TEMOS QUE PENSAR EM ATRAIR OUTRAS COISAS PARA OS TURISTAS E VISITANTES TEREM SEMPRE O DESEJO DE VOLTAREM!!!
    UM DIA O PAÍS VIVERÁ DIAS MELHORES!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.