Lídio Lopes acusa João Ataíde de “cobardia política”

Posted by

 

O presidente da Concelhia do PSD, Lídio Lopes, reage com veemência à recusa de João Ataíde para liderar o grupo de trabalho que a Assembleia Municipal da Figueira da Foz vai constituir para analisar o Documento Verde.

 

Lídio Lopes entende que aquela “atitude de Pilatos, num processo que deve ser por todos participado ativamente, é uma cobardia política sem paralelo que deixa ao abandono os autarcas das freguesia, até os eleitos pelo próprio partido do presidente (PS)”.

“Ao contrário do que é dito, a câmara encontra-se profundamente envolvida na análise do Documento Verde apresentado pelo partido do sr. Lídio Lopes”, reage João Ataíde. Trata-se de “um documento que defende a extinção de oito freguesias do concelho sem apresentar quaisquer fundamentos válidos”, continua.

 

Versão integral na edição impressa de hoje, 20.

One Comment

  1. Está na hora de acabar com tanto oportunista,lembram-se de qual o partido que queria implantar as Regiões?Eram mais uns quantos alibabás a sacar uns largos milhares ao erário público,há que ter a coragem suficiente para também correr com uns tantos da assembleia da república pois estão lá é a sugar o nosso sangue.Lembra~-se qual o partido que legalizou as drogas?Deu dinheiro à malandragem que não quer trabalhar?Que acabou com a marinha mercante e pesca?Como dizia o meu falecido pai,a mão esquerda nem para limpar o rabo serve,borra-se tudo à volta,quanto mais para governar.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.