Dois grupos interessados nos Estaleiros Navais do Mondego

Posted by

 

O presidente da Câmara da Figueira da Foz, João Ataíde, anunciou ontem que existem dois grupos interessados nos Estaleiros Navais do Mondego (ENM), um português e outro estrangeiro.

 

João Ataíde falava aos cerca de 40 trabalhadores da unidade, que recebeu ontem nos paços do concelho, acabados de chegar de um plenário na União de Sindicatos local. Todavia, ressalvou o sindicalista António Moreira, o gestor de insolvência tem em mãos a proposta de recuperação da administração dos ENM.

Empresa histórica. As dívidas da Contsa, firma espanhola que explora os estaleiros, supera os cinco milhões de euros. Entretanto, os trabalhadores aguardam com ansiedade o resultado da assembleia de credores. Os ENM começaram a laborar em 1944. Desde então, construíram mais de 200 embarcações.

 

Versão integral na edição impressa de hoje, 28.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.