Futsal da Académica joga no Jorge Anjinho enquanto não se entende com câmara

Foto Luís Carregã

A utilização do Pavilhão Multidesportos pelo futsal da Académica está num impasse. A câmara cede o espaço, mas o clube diz que os horários são “impraticáveis” e o entendimento entre as instituições ainda não aconteceu.

O futsal da Briosa, que este ano subiu à 1.ª Divisão, não tem, para já, outra hipótese se não jogar no velho Pavilhão Jorge Anjinho. Apesar de, há cerca de um mês, a autarquia ter aceite ceder a utilização do espaço à Académica, os estudantes queixam-se que os horários atribuídos para treinos não são compatíveis e, portanto, “é impossível jogar num pavilhão e treinar noutro”.

Versão completa na edição impressa de 15 de setembro do DIÁRIO AS BEIRAS

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.