Ataíde equaciona a criação de taxa municipal de proteção civil

Foto Cláudia Trindade

 
O presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz pondera a criação de uma taxa municipal de proteção civil. A medida foi aflorada esta segunda-feira (29) por João Ataíde, aquando de uma visita ao quartel dos bombeiros voluntários.

O autarca disse aos jornalistas que aquela é uma possibilidade “a equacionar”. No entanto, reforçou que “os munícipes têm que ter uma noção correta e clara que existem custos que têm que ser assumidos por todos”.

A visita, aos bombeiros voluntários, surgiu a convide do presidente da corporação. Lídio Lopes quis dar a conhecer ao autarca o estado em que se encontra o telhado e quais as medidas que vão ser tomadas para a sua recuperação.

Dirigindo-se a João Ataíde, o dirigente referiu que o “telhado tem vindo a apresentar infiltrações de água” e que pretende-se que sejam mantidas as suas “condições iniciais”.

Versão completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS de 30 de agosto

3 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.