Refeições solidárias já começam a ser insuficientes para todos os sem-abrigo

Posted by

Foto de Carlos Jorge Monteiro

Uma sopa quente, um prato de conduto, fruta e café. Confecionada pela D. Elvira, das Cantinas Amarelas, com a ajuda das outras funcionárias e acondicionada na carrinha, a refeição está pronta a servir.

O giro da equipa de rua da Associação Integrar é feito – de quinze em quinze dias – em parceria com a Associação Académica de Coimbra. O DIÁRIO AS BEIRAS acompanhou a equipa de serviço na terça-feira (12), que contou com a presença do presidente da Direção-Geral da AAC, Eduardo Melo, e da coordenadora do pelouro de Intervenção Cívica e Ambiente da AAC, Ana Teresa Amaro, Inês Simões (assistente social da Integrar) e Teodoro Aragão (voluntário).

A primeira paragem faz-se à beira do Mondego, no parque de estacionamento. Já todos se conhecem… e não é de ontem. O relacionamento é familiar e permite, até, algumas brincadeiras. É de sobrevivência que se trata. Mas também de atenção e de (algum) carinho.

Toda a história na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS de 15 de julho

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.