Profissionais da Guarda não querem extinção do GIPS

DR

A Associação dos Profissionais da Guarda considerou “exagerada” a extinção do Grupo de Intervenção Proteção e Socorro (GIPS) defendida hoje pela Liga dos Bombeiros Portugueses.

O presidente da Associação dos Profissionais da Guarda, José Manageiro, considerou, em declarações à agência Lusa, que “não faz sentido, no atual quadro difícil que o país atravessa, estar a defender a extinção de uma estrutura que já deu provas de ser útil ao país”.

Os GIPS são formados por “profissionais altamente especializados e treinados”, sublinhou ainda o dirigente.

José Manageiro criticou a posição do presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) e do seu presidente da mesa de congressos, considerando ser um “exagero”, pois o país “precisa de resolver problemas e não que lhe criem mais problemas”.

Além disso, “este não é o melhor momento, numa altura em que o país se prepara para enfrentar ondas de calor”, acrescentou José Manageiro.

Segundo o dirigente sindical, “ao retirar-se uma unidade, vai interferir com toda a estrutura” e “criar instabilidade na estrutura geral da GNR”, que foi consolidada no quadro orgânico, com a criação das unidades de policiamento geral, marítima, rodoviária, investigação criminal e proteção civil e socorro.

José Manageiro lembrou ainda que para se extinguir os GIPS, “a lei orgânica tem de ser alterada”.

O presidente da LBP, Duarte Caldeira, sustentou hoje, após o Conselho Nacional, que “num país com tantas limitações financeiras e havendo uma força que ocupa o território nacional nos 278 municípios do continente, à exceção de Castro Marim, não faz sentido duplicar investimentos, esforços, recursos humanos, nem equipamentos”.

Por isso, defendeu que se deve reanalisar se “faz ou não sentido” o país dispor de “uma força que foi dotada de equipamento, que tem um elevado número de recursos humanos, com custos associados, quando, ao lado, existe uma estrutura de bombeiros com elevadas qualificações”.

Já para o presidente da mesa de congressos da LBP, Jaime Soares, os GIPS são uma estrutura que “nem a própria GNR pediu”, acrescentando que, “se lhes perguntassem, prescindiam dela”.

A Agência Lusa tentou obter uma resposta do Comando Geral da GNR, mas tal não foi possível.

21 Comments

  1. Quem receberia estes meios? Os Bombeiros? Quanto tempo durariam? O mesmo que os outros que lhes são entregues? Que preparação técnico e física teriam os seus tripulantes, mergulhadores, etc? A mesma que os Canarinhos?
    O Sr. Duarte Caldeira sabe muito! e sabe aproveitar as mudanças politicas! mas esquece-se que o país conta agora com outras forças que não andam de ligas.

    • Caro amigo saraiva, o que você faz a favor da sociedade? sabe o que e ser bombeiro?Que tipo de formaçao tem? Antes de mais o meu caro amigo deveria saber que os bombeiros so tem a formaçao que lhe e propocionada, e ainda lhe digo mais, se nao tivessemos milhares de bombeiros VOLUNTARIOS o que seria deste país? Meu caro, pare e pense…

      • caro amigo Paulo, parece que ainda há quem não saiba o significado da palavra voluntário (aquela que você parece gritar)… Acredito que o sr Saraiva faça a sua quota parte em prole da sociedade, não sendo essa actividade exclusiva à classe dos Bombeiros! Talvez se não houvessem esses milhares de voluntários, havia uma força (de bombeiros) minimamente preparada e organizada, capaz de responder aos problemas reais, no ambito da protecção civil, do nosso país.
        e ainda bem que a sociedade desconhece o que é ser bombeiro voluntário em portugal, porque se soubesse era mais uma fonte de vergonha a juntar às muitas que este país nos mostra todos os dias…

  2. jacarias says:

    sim se os derem aos proficionais dêm esses meios aos bombeiros sapadores que eles estão ao mesmo nivel ou num nivel mais acima, sem sombra de duvida…..
    ….

  3. Mais um a aproveitar-se do momento politico. Ou estará com medo que o tacho lhe fuja? O certo é que o trabalho dos profissionais da GNR é elogiado nos diversos locais onde actuam. Profissionais, bem treinados e disciplinados.

    • António Fonseca says:

      E quem faria a fiscalização das transgressões de caça e pesca ????? Também eram os bombeiros ???? Se estamos mal agora, depois, era a anarquia total …

    • Boa noite, sem sombra de duvida que estes técnicos não deverão ser extinguidos totalmente, mas sim, parcialmente, falo eu no que se refere ao combate a incendios.

  4. o sr. duarte caldeira devia era estar caladinho….deve ser para ver se enche mais os bolsos com alguma coisa….lamentavel esse homem….nos canarinhos tem chefes de equipa com 120 quilos….agora digam me o que é que ele faz no terreno….
    Bombeiros organizem – se e depois já podem reclamar….

  5. Claro que faz sentido acabar com o GIPS. Não é o momento oportuno de o fazer, mas como o povo costuma dizer cada passaro no seu galho. Ora se neste momento os bombeiros já tem uma força (canarinhos) para intervenção rápida para quê continuar a GNR a apagar fogos? Há muitos interesses corporativos no meio disto tudo.

  6. "Que preparação técnico e física teriam os seus tripulantes, mergulhadores, etc? A mesma que os Canarinhos?"Sr Saraiva, onde pensa voce que estes senhores foram formados,nos States!!!!!! nao foram formados no mesmo local que os bombeiros foram, e formados por bombeiros, ou o sr acha que so por serem de uma força de segurança e tendo a mesma formaçao sao diferentes, nao o sao.
    Agora uma coisa e certa, eu e milhoes como eu que pagamos impostos nao podemos continuar a aceitar que a qualquer hora dio dia ou da noite sejamos assaltados, agredidos e ate assacinados dentro das nossas casas porque que deveria garantir a minha segurança nao tem efectivos sufecientes, quando andam milhares a brincar aos bombeiros.

    • Exmo. Sr. DYNO (e restantes leitores), naturalmente apenas lhe peço para ter a humildade para comentar se tiver conhecimentos para tal.
      Falar ou comparar os tipos de megulhadores, a formação e a missão… Que ousadia.
      Relativamente à sua segurança, esta começa mesmo em si, ou por algum momento o seu cerebro ousou pensar que o rácio entre as forças de segurança e os habitantes seria de 1 para 1.
      Quando as pessoas não têm o civismo suficiente para perceber o papel de cada um e que todos temos a obrigação e deviamos sentir o patriotismo pela nossa nação, assistimos a uma classe politica que envergonha nos envergonha com decisões que se calhar nem mesmo eles percebem, um sistema de trafico de influencias e corrupção patente nas mais diversas actividades do nosso quotidiano e chegamos ao ponto de ler comentários como os aqui escritos…
      Cumprimentos e felicidades no cumprimento individual da missão de cada um de nós.

  7. ha uma coisa engraçada e que os canarinhos não pertencem ao bombeiros mas sim a ANPC. e que iria haver de novo? eu digo-vos nada.
    voltava ao que era antes, so isso

  8. Alguns senhores, antes de escrever, deviam consultar um dicionário. Se nem uma frase são capazes de escrever sem erros, como é que querem ser levados a sério nos seus comentários.

  9. Jaime Soares?? o mesmo senhor que agradeceu com a enorme gentileza que tem e não tem, pela forma como o GIPS atuou em prol da proteção de pessoas e bens no seu concelho

  10. Conhecimento says:

    é uma vergonha pagarem 14 meses de vencimento bem elevado aos GIPS, quando eles só combatem fogos durante +/- 6 meses, e o resto do ano fazem trabalho de GNR e pouco, e ganham muito mais que a GNR normal….

    • O senhor "Conhecimento" devia ter tento na lingua quando diz que um militar do GIPS ganha um vencimento elevado, e para que nao fiquem aqui duvidas quanto ao vencimento auferido pelos militares do GIPS, eu passo esclarecer, não só o senhor, como o resto do país. Um militar do GIPS, no posto de guarda, posto ao qual pertecem cerca de 89% dos elementos do GIPS, ganha cerca de 1000 euros mensais, vencimento este idêntico a qualquer GNR no mesmo posto. Se existirem duvidas, basta consultar a folha de vencimento de qualquer guarda pertencente ao GIPS.

  11. Quanto ao trabalharem +/- 6 meses, não fale daquilo que não sabe, o GIPS, tal como as outras sub-unidades pertencentes à Unidade de Intervenção da GNR, podem não ser vistas todos os dias, mas quando fazem falta, estão lá! e muito bem treinadas.
    Meus amigos, deixem-se de "tretas"e de "papos furados", acham mesmo que com a extinção do GIPS o país ia ficar melhor!? Pensem que para os extinguirem, tem que se formar mais pessoas para fazerem exactamente o mesmo que eles faziam, adquirir mais equipamento, novos comandantes a receberem subsidio de comando, resumindo e concluindo, muito, mas muito mais despesa para os contribuintes pagarem. E não se esqueçam de uma coisa, os militares do GIPS nao vão ficar desempregados, e vão continuar a ganhar os mesmos 1000 euros, mas como o Português gosta de "sofrer", vamos lá acabar com o GIPS e aumentar a despesa do país e criar novos "tachos".
    Um bem haja a todos

  12. Boas. ora como todos nos temos a nossa opinião e isso é um direito que nos assiste. Sendo assim aqui deixo a minha.
    Quanto a FEBE, os meus parabens pelo seu trabalho desenvolvido desde o seu incio até aos dias de hoje mas apenas nos meses de verão o lugar deles é no mato e nas serras, não queiram fazer mais que aquilo que devem.
    Quanto aos GIPS/GNR, como ja foi frisado atrás tem uma boa preparação e disciplina ( nada que nenhum agente de protecção civil consciente do seu trabalho o tenha), mas meus amigos andarem no mato atrás de fogo ????????? por favor, depois ouve-se nas noticias que a taxa de criminalidade aumentou.
    Quanto aos bombeiros, CAMARADAS organizem-se e depois lutem por aquilo que são e honrem o nome ( BOMBEIROS ) que tem, porque sem nós "BOMBEIROS" nenhuma dessas forças saberia o que era uma mangueira, pois toda a sua formação foi-lhes ministrada por formadores bombeiros.
    Obrigado e desculpem se ofendi alguem

  13. B. Voluntários says:

    tanta falta de efectivos nos postos… ganhem vergonha e acabem de vez com estas equipas esquisitas.. sabem o que fazem os GIPS no INVERNO…!!!?? coçam o esquerdo que o direito já está gasto…

  14. Verdade. Tenho um colega GIPS na Lousã que diz que durante o ano só come, bebe, faz ginásio e recebe bastante bem!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.