Petição online defende despoluição do rio Noéme

DR

A despoluição do rio Noéme, um afluente do rio Côa, que atravessa localidades dos concelhos de Guarda, Sabugal e Almeida, é o objetivo de uma petição que circula na Internet e que já foi subscrita por mais de 300 apoiantes.

A iniciativa da petição partiu de Márcio Fonseca, um jovem natural da aldeia de Rochoso, Guarda, banhada pelo rio Noéme, que também criou um blogue (www.cronicas-do-noeme.blogspot.com) para alertar para a situação daquele curso de água.

O proponente disse à Lusa que o rio se encontra “gravemente poluído desde finais da década de oitenta” do século passado e que tarda uma solução para o problema, que preocupa populações e autarcas.

Os assinantes da petição exigem às entidades competentes – Câmara Municipal da Guarda e Administração da Região Hidrográfica do Norte – que “promovam a suspensão imediata de todas as descargas poluentes no rio Noéme e tomem medidas de requalificação do ecossistema”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.