Homenagem póstuma a Elias Cação Ribeiro em Quiaios

Posted by

O autor Elias Cação Ribeiro foi homenageado este sábado (21) na sua terra natal, Quiaios, a título póstumo.

A homenagem começou com o descerramento de uma placa toponímica na Praia de Quiaios, onde viveu os últimos da sua vida, passando a ter uma rua com o seu nome, junto a uma artéria com o nome do avô, Arrais Tomé.

Seguiu-se a sessão solene, na sede da Filarmónica Quiaense, momento marcado pela entrega da Medalha de Mérito Cultural da Câmara da Figueira da Foz a um familiar do homenageado (Rosa Abreu). João Ataíde, presidente da autarquia figueirense, presidiu à cerimónia.

O programa prosseguiu com o lançamento do livro “Quiaios- Migalhas de História”, a inauguração da exposição “Vida e Obra de Elias Cação Ribeiro, uma romagem ao cemitério de Quiaios e missa na igreja paroquial local.

Elias Cação Ribeiro nasceu a 1 de abril de 1921 e morreu a 14 de fevereiro de 2011, uma mês antes da homenagem que lhe queiram fazer em vida. Filho e neto de pescadores, concluiu a antiga Quarta Classe (atual 1.º Ciclo do Ensino Básico) com distinção.

Como funcionário público, foi técnico auxiliar de obras públicas e exerceu atividades relacionadas com a inspeção de obras da Marinha.

Autodidata, Elias Cação Ribeiro desenvolveu estudos em arquivos e bibliotecas, tendo a história como motivo principal das suas pesquisas. Publicou vários livros e artigos científicos na imprensa local.

Considerado um “grande impulsionador do associativismo local”, foi dirigente do Centro de Recreio Popular de Quiaios e presidiu às comemorações do centenário da Filarmónica Quiaense. De resto, as coletividades locais associaram-se à homenagem.

Foi ainda membro da Associação Amigos dos Castelos. Nessa qualidade, participou em conferências e congressos  internacionais. A homenagem póstuma foi organizada por uma comissão local e contou com a participação da Junta de Quiaios e da Câmara da Figueira da Foz.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.