Ciclovia entre Coimbra e a Figueira da Foz tem de arrancar antes do fim do ano

Posted by

DR

A Ciclovia do Mondego está, finalmente, em condições de arrancar. Ontem, em reunião que envolveu as câmaras de Coimbra, Figueira da Foz e Montemor-o-Velho, o Instituto da Água (INAG) e técnicas do programa operacional regional Mais Centro, foi possível acertar estratégias, para ultrapassar o diferendo com o INAG. É que há quase cinco milhões de euros de fundos comunitários à espera, que “desaparecem” se não houver obra em outubro/novembro.

Ao que o DIÁRIO AS BEIRAS apurou, foi decidido, por unanimidade, que alguns troços do projeto têm ser mudados. Em concreto, as autarquias admitem a hipótese de alterar a localização da pista –que pode “descer” do topo da mota para a estrada, junto à vala da margem direita. Com esta decisão, é possível ultrapassar o diferendo que há cinco anos opõe as câmaras ao INAG.

Porém, o processo tem de “pedalar” a velocidade de sprint, tendo em conta o calendário preconizado pelos autarcas.

O trio de presidentes quer ver a obra adjudicada em outubro ou novembro. João Ataíde, presidente da Câmara da Figueira da Foz, reiterou ao DIÁRIO AS BEIRAS o “firme propósito de levar a cabo a ciclovia”. Por sua vez, o seu homólogo de Montemor-o-Velho declarou: “depois de termos perdido a navegabilidade do Rio Mondego, ganhámos uma ciclovia”.

Luís Leal defendeu ainda que o processo deve ser liderado pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Mondego. Recorde-se que foi justamente a associação de municípios que apresentou a candidatura a fundos comunitários

A ciclovia tem 41 quilómetros de extensão. Por Montemor-o-Velho passam 17 quilómetros. Seis já foram construídos e estão a ser utilizados para provas de triatlo. A estimativa de custos da infraestrutura – que inclui várias pontes – é de cerca de seis milhões de euros, com uma comparticipação de 80 por cento do Mais Centro.

 

9 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.