Caracol “adivinha” vitória do PSD na Figueira da Foz

Uma “sondagem” que utiliza caracóis, criada por uma associação recreativa da Figueira da Foz e inspirada no polvo que adivinhava resultados no mundial de futebol, deu este sábado (28) à noite a vitória nas eleições legislativas ao PSD.

A “máquina” de sondagens, intitulada “O Caracol Adivinha”, utilizou seis caracóis, representando os cinco principais partidos e também os votos brancos, iniciativa paralela à Corrida de Caracóis promovida pela associação de Torneira e Serrião, sedeada na freguesia da Borda do Campo.

“Como houve um polvo para adivinhar a seleção que ganhava [o mundial de Futebol], nós colocámos o caracol para saber quem ganha as eleições”, disse à Lusa Sérgio Silva, um dos autores da sondagem do caracol.

A pista, vertical, denominada “Corrida ao Tacho”, utilizou seis canas com cerca de dois metros, as partidárias identificadas e encimadas por um caracol colorido, com as caras de José Sócrates, Passos Coelho, Paulo Portas, Jerónimo de Sousa e Francisco Louçã.

Dada a partida, devagar, devagarinho os caracóis começaram a escalada, sempre com o PSD à frente, seguido de perto pelo caracol do PS. A meio da prova, no entanto, passou a destacar-se o caracol dos votos brancos, que terminou a contenda na segunda posição.

Ao fim de quase meia hora, o caracol de Passos Coelho acabaria por obter uma vitória folgada, seguido do dos votos brancos, enquanto o caracol de Paulo Portas, mercê de uma recuperação final, ultrapassou em cima da meta o de José Sócrates.

“Se calhar ganhou porque é Coelho, penso que é um pouco mais rápido, o coelho corre um pouco mais”, brincou Sérgio Silva.

One Comment

  1. O caracol foi comprado.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.