“A Cimpor não colide com o valor natural Cabo Mondego”, afirma Humberto Rosa

Posted by

Foto Jot'Alves

O Cabo Mondego, classificado em 2007 como monumento natural, continua à espera de um plano de gestão. Humberto Rosa, secretário de Estado do Ambiente, adiantou ontem que este é o momento para se proceder à sua elaboração.

Entretanto, indagado pelo DIÁRIO AS BEIRAS, aquele membro do Governo garantiu que a atividade da cimenteira Cimpor “não colide com o valor natural em causa”.

Recorde-se que foi Humberto Rosa que, em 2007, anunciou a classificação do Cabo Mondego. Apesar da extração e da unidade de cal hidráulica da Cimpor continuarem ativas no local, o secretário de Estado reforçou que “o valor natural” do sítio “não está em rico”. Ao contrário da Lagoa da Vela, que vem sendo vítima de uma morte lenta.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.