Selecionador nacional de futsal diz que é obrigatório Portugal estar no Mundial

O selecionador português de futsal, Jorge Braz, afirmou esta segunda-feira (11) que é “um objetivo e uma obrigaçãoPortugal apurar-se para o Mundial da Tailândia de 2012, sublinhado que o Brasil é um adversário ideal na preparação.

“É um objetivo e uma obrigação o apuramento para o Mundial e para o Europeu [da Croácia, em 2012, no qual Portugal já garantiu presença]. O Brasil é o adversário ideal em qualquer altura. É sempre interessante jogar com o Brasil ou com a Espanha, porque gostamos de coisas difíceis. São seleções que nos causam problemas em termos de competência e só assim podemos lutar para os resolver”, disse o técnico, em antevisão aos dois jogos de preparação, terça e quarta-feira, no Pavilhão Mário Mexia, em Coimbra.

O timoneiro da equipa lusitana especificou quais as caraterísticas dos ‘canarinhos’, realçando “a organização, a agressividade ofensiva e a qualidade defensiva” do adversário.

Relativamente à convocatória, destaque para as chamadas do pivô Tiago Soares e do ala Paulo Rocha, ambos do Freixieiro, para os lugares do ala Joel Queirós (Benfica) e do pivot Leitão (Sporting), ambos lesionados. “É sempre lamentável não termos os jogadores por lesão, o que não impede que os que cá estão não demonstrem a sua competência”, concluiu.

As partidas dos dias 12 e 13, disputam-se às 19H30, diante daquela que é considerada por muitos a melhor seleção do mundo, a brasileira, e estão inseridas na preparação de Portugal para a fase de qualificação para o Campeonato do Mundo da Tailândia, agendada para dezembro deste ano.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.