Fernando Ruas afirma que poder local foi “a maior conquista” do 25 de abril

O presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Fernando Ruas, considera que “o poder local foi a maior conquista” do 25 de abril de 1974, permitindo democratizar o investimento público.

Em declarações à Lusa no dia do 37.º aniversário da Revolução dos Cravos, o autarca do PSD referiu que, apesar das “muitas insuficiências” que ainda existem, os portugueses devem congratular-se por terem hoje um poder local democrático.

“O investimento é levado a todos os sítios por força do poder local democrático. Do ponto de vista da infraestruturação do território, a todos os níveis, o poder local foi determinante, diria mesmo decisivo”, frisou.

Na opinião do também presidente da câmara de Viseu, se não fosse o poder local, Portugal seria hoje “muito mais assimétrico e menos desenvolvido”, exemplificando que foram as autarquias que “melhor executaram” os fundos comunitários.

Viseu

A sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Viseu que habitualmente se realiza neste dia, acontecerá apenas a 6 de maio, visto esta segunda-feira (25) cumprir-se a visita pascal em muitas freguesias do concelho.

Tarouca

Em Tarouca, à cerimónia de hastear da bandeira, que conta com a participação das bandas musicais do concelho, segue-se a sessão comemorativa e, depois, uma tarde cultural com a participação dos agrupamentos de escolas.

Vila Nova de Paiva

Em Vila Nova de Paiva, além do hastear da bandeira e da sessão solene, haverá ainda uma arruada e uma visita à exposição “Cartazes da Revolução”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.