Docente demitido na DREC regressa amanhã à escola

Posted by

 

O professor Ernesto Paiva, demitido de coordenador da Equipa de Apoio às Escolas de Coimbra por contestar o modelo de avaliação, regressa amanhã, quinta-feira à escola, a tempo inteiro, na Secundária D. Maria.

 

Tal como o DIÁRIO AS BEIRAS avançou, em primeira mão, Ernesto Paiva foi demitido pela diretora regional de Educação por ter assinado um documento que critica o sistema de avaliação de desempenho docente. É, por isso, acusado de falta de solidariedade e de lealdade.

A decisão de Helena Libório, segundo apurou o DIÁRIO AS BEIRAS, foi comunicada, verbalmente, na quarta-feira da passada semana. Todavia, a decisão apenas foi oficializada esta manhã, na sequência de uma reunião entre ambos, na DREC.

 

Rosário Pimentel é nova coordenadora

 

A Equipa de Apoio às Escolas já tem novo responsável: trata-se, como o DIÁRIO AS BEIRAS avançou em primeira mão, de Maria do Rosário Pimentel, que aceitou o convite de Helena Libório.

Entretanto, os diretores de escolas de Coimbra preparam uma tomada de posição conjunta de apoio e solidariedade para com Ernesto Paiva, a quem reconhecem qualidades de “competência” e a quem tributam “apoio incondicional às escolas”. Para a maioria dos diretores de escolas do distrito de Coimbra, ouvidos pelo DIÁRIO AS BEIRAS, a notícia da demissão foi um “choque”. Como sublinha a diretora do Agrupamento de Escolas Alice Gouveia, o ex-coordenador “é professor e, como tal, compreende como ninguém os problemas, as angústias e as necessidades das escolas”. Por seu turno, Maria do Rosário Gama, diretora da escola Secundária Infanta D. Maria, disse à Lusa que está previsto alguns diretores reunirem-se, após a receção da notificação, para analisar a situação ocorrida com Ernesto Paiva, o que poderá acontecer amanhã, quinta-feira. Até hoje, à hora do almoço, não tinha recebido qualquer notificação por correio do regresso do seu professor, embora a diretora regional lhe tenha dito já o ter emitido.

 

Questões técnicas

 

Ernesto Paiva disse que a demissão “surge exclusivamente por ter assinado um documento que punha um pouco em causa a avaliação dos professores”.“Eu defendo claramente que os professores têm de ser avaliados como qualquer funcionário público”, com um modelo de avaliação, mas “há questões técnicas que “têm de ser analisadas, alteradas”, acrescentou à Lusa, .

“Também sou avaliado pela Escola Secundária Infanta D. Maria e na qualidade de professor desta escola, e por ser avaliado por esta escola, é que assinei esse documento”, sublinhou.

Questionado sobre uma alegada injustiça na decisão da diretora regional de Educação do Centro, por não ter sido devidamente interpretado o sentido da sua assinatura no documento, Ernesto Paiva disse ser essa a sua opinião, “uma mera opinião”.

Fonte da DREC informou da indisponibilidade da diretora regional em prestar declarações sobre o caso, admitindo que possa ser emitida uma nota de imprensa durante a tarde de hoje.

Entretanto, ontem, confrontado com a situação criada na DREC, uma fonte do Ministério da Educação acentuou à Lusa que quem ocupa cargos, como o de coordenador da equipa de apoio às escolas, está obrigado ao “dever de lealdade”, uma vez que cabe a estes responsáveis a tarefa de “acompanhar as escolas na implementação das medidas de política educativa”.

“As equipas de apoio às escolas são estruturas da responsabilidade das dircções regionais de Educação”, disse uma assessora do Ministério da Educação, explicando que há uma delegação de competências: “Esta é uma questão gerida pela DREC. O Ministério não interfere nas questões internas de funcionamento das estruturas”.

 

SPRC diz que “parece Carnaval”

 

 

Também o Sindicato dos Professores da Região Centro veio a público comentar o caso. “Para a atual diretora da DREC, qualquer incompetente “encartado” parece ali ter lugar, o que já não acontece com quem, sendo competente, não lhe preste vassalagem”, refere, em comunicado, significativamente intitulado “Parece Carnaval, mas não é: DREC apenas confirma que prefere os “boys” aos competentes”.

3 Comments

  1. Fernando Charrua says:

    Estou solidário com o professor demitido. Por experiência própria julgo que poderemos concluir que o Partido Socialista e a sua máquina que infestou a Administração Pública não suportam a crítica nem o pensameto divergente.
    Ernesto Paiva tem o direito inquestionável de pensar!!! e até o dever de sugerir mudanças e melhorias…não fosse ele justamente o coordenador de equipa de apoio às escolas.!
    A competência de Ernesto Paiva nãso interessa à DREC. O que interessa ás DRES é propagar a erva daninha do pensamento único desde que seja do PS de Sócrates.
    Ou eu me engano muito ou vai , como eu, para a Biblioteca da Escola, penar 5 meses, estando a fazer falta na DREC. Já agora pergunto: Foi demitido sem processo disciplinar? Isto agora é assim?
    Um abraço ao Prof. Ernesto: Ass: Fernando Charrua

  2. Francisco says:

    Esta demissão acontece num país dito democrático. É triste que uma Directora Regional da EDUCAÇÃO demonstre que o mais importante é "A voz dono". Senhora directora, a incompetência e a ignorância são muito atrevidas. Tenha vergonha e demita-se. Começamos a perceber como é que os " homens da Luta" até ganham um Festival da Canção. Um Presidente que apoia a corrupção em benefício próprio, um Primeiro com tantas suspeitas, que, como diz o povo, que é sábio, "não há fumo sem fogo", uns políticos que só protegem os privilégios de alguns, e ESTAMOS À ESPERA DE QUÊ? Outro 25 de Abril JÁ!

  3. Manuel Oliveira says:

    Os Sr.s deviam era preocupar-se, com o que o sr. director da Escola Secundária de São Pedro do Sul, Dr. José Manuel dos Santos Goçaves, fez ao aluno Manuel Amando Monteiro Olivera._Suspendeu este aluno há sete meses, e não lhe diz porquê. Entretanto, reiterou-lhe a suspenção em 26-04-2011, e, a ANQ e a DREC concordam, mas não sabem dizer porquê._Será que o aluno Manuel Oliveira, também é "comuna", como o Prof. Ernesto Paiva?_a) O lesado M.A.M.O.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.