Plantas e alçados ao milímetro pela Central Projectos

Posted by

O recente edifício Ponte Galante, de 16 pisos, revestido a vidro e construído para albergar um hotel na Figueira da Foz, tem um pilar que suporta 1/3 do peso de toda a estrutura. A sua conceção técnica constituiu o principal desafio para a Central Projectos, empresa especializada em engenharia e arquitetura com sede em Coimbra. Sob a liderança de João Catarino, a equipa multidisciplinar de arquitetos, engenheiros civis, mecânicos, do ambiente e paisagistas apostou em fundações indiretas a grande profundidade, algumas lajes com 22 metros de vão e ausência de juntas de dilatação.

Este será um dos mais emblemáticos trabalhos da empresa ao longo de 18 anos de existência, a que se juntam a participação em outras referências na área habitacional como as urbanizações das quintas de São Jerónimo e da Lomba, em Coimbra, o Hyatt Hotel em Lisboa, o Freixial Shopping, em Cantanhede, ou o projeto de estabilidade do Estádio Cidade de Coimbra. Outro exemplo de complexidade de projeto são as torres de iluminação do Centro de Estágio do Luso, pela desproporção da sua altura de 40, com apenas 1,5 de diâmetro, escorados por cabos pré-esforçados.

Texto completo na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.