Mundialito de futebol indoor promete espetáculo no Multidesportos

Foto Gonçalo Manuel Martins

Os “capitãesSá Pinto (Portugal), Van Hooijdonk (Holanda), Iordanov (Bulgária) e Akwá (Angola) prometeram muito espetáculo entre sexta-feira e domingo, no I Mundialito de futebol indoor, a realizar no Pavilhão Mário Mexia, em Coimbra.

As quatro equipas, formadas por antigos internacionais “AA” com mais de 35 anos, prometem bons jogos, como revelam os seus líderes em campo.

“É um grande orgulho liderar este grupo de antigos jogadores internacionais. O futebol indoor é uma modalidade que tem crescido bastante e que tem futuro no nosso país”, afirmou Ricardo Sá Pinto.

A prova é para divertir, mas também para ganhar: “Vamos encarar esta prova com natural espírito de convívio, mas também com mentalidade competitiva. Por isso, tudo faremos para ganhar. Esperamos que o pavilhão esteja cheio, porque vamos tentar proporcionar bons momentos aos adeptos”.

Por sua vez, Pierre van Hooijdonk, ex-jogador do Benfica, revelou estar “muito feliz por ter esta oportunidade de voltar a Portugal”, um país onde foi muito acarinhado por toda a gente, benfiquistas e não só.

“Somos um grupo de bons amigos, de gente que tem o seu nome na história do futebol do país. Acima de tudo, será uma jornada de convívio, mas claro que queremos ganhar, embora Portugal tenha uma seleção forte. Podemos prometer aos adeptos dois dias bem passados”, concluiu.

O timoneiro búlgaro, o ex-“leão” Iordanov, acrescentou que “vai ser uma bela jornada de convívio e reencontro de antigos jogadores”.

“É sempre um orgulho participar em iniciativas deste género, ainda para mais em Portugal. É antiga a ligação entre os dois países: os búlgaros sempre se sentiram bem em Portugal, é quase como uma segunda casa para alguns dos nossos antigos jogadores. Acima de tudo, queremos deixar uma boa imagem e honrar o convite que nos foi feito”.

Por fim, o avançado Akwá, que jogou no Benfica, reiterou que a sua equipa se preparou bem “para fazer o melhor e elevar bem alto a bandeira de Angola” e que, apesar das dificuldades, a sua equipa vai “lutar pela vitória”.

Paralelamente ao I Mundialito, disputa-se também a Taça do Centro, exatamente nos mesmos moldes, com a participação de Académica, Beira-Mar, Naval 1.º de Maio e União de Coimbra.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.