Manuel Pizarro enaltece SNS e pede ao próximo Governo que não o estrague

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde defendeu novamente esta quinta-feira (24) o Serviço Nacional de Saúde (SNS), apelando aos próximos governantes do país que “não estraguem o que está a funcionar bem”.

A propósito da redução da incidência de tuberculose em Portugal, Manuel Pizarro referiu que “este é um resultado do SNS, estendido a todo o país, que abrange toda a gente, que se preocupa com os cidadãos e não numa perspetiva de mercado”. Para o secretário de Estado, há, contudo, o “risco de chegarem uns iluminados e é melhor não estragar” o que está a dar bons resultados.

O responsável congratulou-se com os resultados alcançados, mas lembrou que “não se pode desistir”, para que Portugal deixe de ser o único país da Europa Ocidental com uma incidência intermédia e não baixa.

De acordo com o relatório preliminar sobre a incidência da tuberculose em Portugal em 2010, aparereceram 22 casos novos por 100.000 habitantes, o que representa uma redução de 11 por cento face a 2009. “Além dos casos novos, foram notificados 187 casos em retratamento. A proporção de recidivas é baixa e tem vindo a diminuir de forma mais acentuada que o total dos casos”, refere o documento.



Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.