Coluna de 23 camiões escoltados pela GNR entre a Figueira da Foz e Marinha Grande

Posted by

Arquivo

Uma coluna de 23 camiões carregados de casco de vidro saiu hoje do porto da Figueira da Foz com destino à Marinha Grande, escoltada por viaturas da GNR.

Os pesados de mercadorias deixaram a estrutura portuária pelas 10H30 de hoje, com destino a uma empresa vidreira da Marinha Grande, situada a cerca de 50 quilómetros, disse fonte policial à Lusa.

A operação de escolta, realizada pela GNR em colaboração com a PSP da Figueira da Foz, começou ao início da manhã, altura em que os pesados de mercadorias começaram a carregar no cais de granéis sólidos do porto comercial.

Após carregarem a mercadoria, iam aguardando, em fila, em direção à nova portaria da infraestrutura portuária, situada na zona leste da cidade, junto à povoação de Salmanha, pela ordem de saída.

Dentro do porto comercial, para além das operações no cais de granéis, eram ainda visíveis outros camiões a descarregarem pasta de papel.

O administrador do porto da Figueira da Foz, José Luís Cacho, afirmou desconhecer a operação, indicando que esta não foi requerida pela infraestrutura portuária que tem “funcionado normalmente”, disse.

“Terá sido pedida ou pelos operadores portuários ou pelos operadores logísticos”, afirmou.

Na entrada e na saída sul da zona industrial da Figueira da Foz, junto à estrada nacional 109, estão concentrados dois piquetes da paralisação dos transportadores e, nos arruamentos do parque, estacionados perto de uma centena de camiões, informou ainda a PSP.

“Ficam um bocado exaltados quando fazemos sair alguns camiões mas não tem havido problemas de maior”, disse a fonte policial.

A paralisação das transportadoras de mercadorias, que teve início às 00H00 de segunda-feira, foi convocada pela Associação de Transportadores de Terras, Inertes, Madeiras e Afins (ATTIMA) e a Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP), contando com o apoio da Associação Nacional de Transportes Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.