CHUC nasce a 1 de abril

Posted by

Foto Luís Carregã

É oficial. O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) fica oficialmente criado a 1 de abril. Segundo um decreto-lei do Ministério da Saúde publicado hoje em Diário da República, o Governo vai fundir 14 hospitais do país, os quais darão origem a seis novos centros hospitalares, com a natureza de entidades públicas empresariais.

Um dos novos centros hospitalares é o CHUC, o qual reúne os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC), Centro Hospitalar de Coimbra (CHC) e Centro Hospitalar e Psiquiátrico de Coimbra (CHPC). De fora, para já, fica o Centro Regional de Oncologia de Coimbra/IPO.

Já os hospitais Infante D. Pedro, Visconde Salreu de Estarreja e Distrital de Águeda vão fundir-se para dar origem ao Centro Hospitalar do Baixo Vouga.

O decreto-lei prevê também a criação do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, que resultará da concentração dos hospitais Cândido de Figueiredo e de São Teotónio, e Centro Hospitalar de Leiria-Pombal através da fusão dos hospitais de Santo André e Distrital de Pombal.

De acordo com o decreto-lei, com a extinção destes hospitais, “os seus direitos e responsabilidades passam para o centro hospitalar que os substitui” e “o pessoal com contratos de emprego público passa para os novos centros hospitalares e fica sujeito às regras de recursos humanos dos hospitais públicos com gestão empresarial e às regras gerais de mobilidades e racionalização de efectivos em vigor na administração pública”.

O Ministério da Saúde garante ainda que esta reestruturação permitirá melhorar os cuidados de saúde prestados às populações, facilitar o acesso aos serviços e aumentar a eficiência dos hospitais.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.