Centenas de pessoas no funeral de Filipe Cambraia para prestar homenagem

Centenas de pessoas, incluindo uma guarda de honra da PSP, participaram hoje (4) em Murtede, concelho de Cantanhede, no funeral do agente baleado acidentalmente por um colega numa esquadra de Lisboa.

“É colaborador de Deus na construção da paz”, afirmou o capelão da PSP durante a homilia na igreja matriz de Murtede, que precedeu esta tarde o cortejo fúnebre de Filipe Cambraia para o cemitério local.

A missa de corpo presente, em que o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, se fez representar pelo governador civil do distrito de Coimbra, Henrique Fernandes, foi acompanhada de cânticos, orações e outras intervenções de cariz religioso. No meio de grande consternação, familiares, colegas da PSP, outros amigos e vizinhos acompanharam depois o cortejo fúnebre até ao cemitério de Murtede.

O diretor nacional da PSP, Francisco Oliveira Pereira, que vai cessar funções no dia 25 de março, foi representado no funeral pelo comandante em exercício do Comando Metropolitano de Lisboa da corporação.

O agente Filipe André Ferreira Cambraia, solteiro, de 24 anos, foi baleado há dois dias na esquadra da Horta Nova, em Lisboa, por um colega de profissão, e morreu depois no Hospital de Santa Maria, para foi transportado com ferimentos graves. A Direção Nacional da PSP decidiu abrir um inquérito ao que considerou ser um acidente.

6 Comments

  1. Cristina Henriques says:

    DEUS NÃO FALA, MAS TODOS FALAM DELE! Que este agente repouse em paz!
    E estes acidentes são alguns dos efeitos secundários desta profissão.

  2. Um chefe de policia errar desta forma as normas de manejar uma arma em segurança, é um pouco estranho, mas tudo pode acontecer, até aos que deviam dar o exemplo de boas práticas, concordo que averiguem tal como outro cidadão comum as causas do acidente.

  3. UM CHEFE DE POLÌCIA, MELHOR QUE NINGUÉM DEVERIA SABER COMO PROCEDER AO MANUSEAMENTO DA ARMA, NÂO O FÊZ. ISTO CHAMA-SE IRRESPONSÁVEL, RESULTADO A MORTE DE UM JÓVEM POLÍCIA.
    E CONSIDERO, INTULERÁVEL QUE O MINISTRO DA ADM. INT. SE FIZESSE REPRESENTAR POR U(M GOVERNADOR CIVIL, POIS TAMBÉM JULGO QUE A FINALIDADE DESTE SÓ SERVE PARA FUNERAIS. É O PORTUGAL QUE TEMOS.
    PAZ AO FALECIDO

  4. Esta profissão tens destas coisas, profissão de grande risco.

  5. Para aqueles que não sabem…………………não existe maior dor do que matar um amigo………………….PENSEM NISSO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.