Antiga fábrica Ideal ficou em ruínas (atualizado e com vídeo)

Posted by

A fábrica têxtil Ideal, localizada na rua do Arnado, mesmo no centro de Coimbra, ficou esta tarde em ruínas.

As chamas deflagraram por volta das 15H15, provocando o alarme geral na cidade perante a altura a que chegaram as chamas e o fumo.

Cerca de duas dezenas de viaturas dos bombeiros, e mais de meia centena de homens, entre sapadores e voluntários, foram imediatamente mobilizados, tendo parmanecido no local até às 18H00, inicialmente a combater pequenos focos de incêndio provocados pelas aparas de madeira das janelas a arder que foram projetadas para terrenos vizinhos; depois em operações de rescaldo. Para além das corporações de Coimbra, combaterem o fogo os voluntários de Montemor-o-Velho, Penela, Penacova, Soure, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz e Vila Nova de Poiares.

Os bombeiros deram indicações para que todas as viaturas estacionadas nas redondezas fossem retiradas, operação difícil de executar devido ao facto das ruas vizinhas serem muitos estreitas.

O edifício integra uma vasta zona degradada, entre a gráfica da Coimbra Editora e antigo campo de futebol do Arnado, espaço agora ocupado pelo Hotel Vila Galé Coimbra, inaugurado em 2010.

Responsáveis das poucas empresas que sobrevivem nesta rua da Baixa confirmaram hoje, no local, que a zona é afetada por problemas de insegurança e insalubridade, associados à decadência galopante dos edifícios.

A escuridão da noite encobre práticas de prostituição e os toxicodependentes demandavam a área diariamente.

O edifício de quatro pisos, onde trabalharam no passado centenas de pessoas, sobretudo mulheres, ostenta grandes brechas de cima a baixo que colocam em risco a própria estrutura do edifício.

Durante décadas, A Ideal foi uma das mais importantes indústrias do concelho.

Primeiro vídeo do Diário as Beiras

Video 2 do DIÁRIO AS BEIRAS

20 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.