390 horas de trabalho a favor da comunidade

Posted by

Arquivo

O Tribunal de Coimbra condenou ontem um homem de 29 anos a uma pena de 13 meses de prisão, substituída por 390 horas de trabalho a favor da comunidade numa “instituição de traumatizados de acidentes estradais”. De acordo com o juiz, o jovem viu provados os factos ocorridos em Agosto de 2009 e onde, ao final da tarde do dia 17, atropelou mortalmente um portageiro da Brisa que se dirigia para a cabine contígua à sua para trocar dinheiro e assim efetuar os trocos dos pagamentos que viessem a ser feitos pelos automobilistas.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.