Valnor anuncia investimentos no distrito de Castelo Branco

DR

A Valnor, empresa responsável pela recolha, triagem, valorização e tratamento de resíduos sólidos de seis concelhos do distrito de Castelo Branco, vai investir cerca de 13 milhões de euros até ao final de 2012, disse o administrador Pinto Rodrigues.

Os concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Proença-a-Nova, Sertã e Vila Velha de Ródão estão entre os 25 municípios nos quais a Valnor presta serviço.

Pinto Rodrigues disse à agência Lusa que uma “central de trituração, que deverá estar concluída dentro de meio ano, vai possibilitar fornecer às cimenteiras e às siderurgias compostos energéticos para o seu funcionamento”.

Aquele responsável sublinhou que “a Valnor já transforma o lixo em composto orgânico, testado em laboratório, para utilização na agricultura, e encaminha os plásticos, os diferentes tipos de papel, o vidro, pneus, e o metal para reciclagem”.

Além disso, os óleos de cozinha são transformados em biodiesel, que é utilizado “pela frota de viaturas pesadas da empresa”.

O investimento previsto para a construção de uma nova central de tratamento biológico no complexo de Avis, permitirá transformar o gás metano produzido nesse processo em energia elétrica.

Pinto Rodrigues explicou que “essa central terá capacidade para receber anualmente 25 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos, o que garantirá uma produção de energia elétrica suficiente para abastecer uma população de 40.000 habitantes”.

Para Castelo Branco, a Valnor prevê, já este ano, a construção de uma estação de transferência de resíduos urbanos, uma unidade de tratamento resíduos de construção e demolição, um centro oficinal e armazém, balneários, refeitório, posto médico e lavandaria e uma unidade de enfardamento.

Ainda em 2011 serão efetuados investimentos nas estações de transferência e de triagem de Idanha-a-Nova e Proença-a-Nova, e na aquisição de 500 ecopontos, 100 oleões e 13 viaturas.

Para 2012 os investimentos deverão contemplar a instalação de uma central de recuperação de biogás em Castelo Branco.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.