Duas jovens casam-se e concretizam sonho de oito anos em Castelo Branco

Posted by

Pela primeira vez em Castelo Branco, duas pessoas do mesmo sexo contraíram matrimónio na Conservatória do Registo Civil.

No final, a felicidade entre as duas mulheres, era notória e rodeada de alguma emoção por verem concretizado o “sonho” de uma relação que “dura” há oito anos. “Estou imensamente feliz por ter atingido este dia, após termos ultrapassado dificuldades de vária ordem”, recorda Ana (nome fictício).

“Há oito anos que dura esta nossa relação. Recordo que ao princípio foi bastante difícil, a sociedade e os próprios familiares, não aceitaram bem”, acrescenta Noémia (nome fictício).

Para as duas jovens, com 27 e 22 anos, respetivamente, os obstáculos deparados foram atenuados com a nova lei que permite o casamento entre pessoas de ambos os sexos.

“A partir da altura em que o casamento foi legalizado, nem sequer olhámos para trás. Finalmente, a nossa felicidade iria ser consolidada através do casamento e que hoje, teve o seu epílogo com este momento alto nas nossas vidas”, afirmam em uníssono.

Esta história de amor começou com uma “brincadeira” num bar. “Foi numa noite num bar, por empatia, com uma troca de olhares e posteriormente construiu-se uma sólida amizade, que resultaria em amor. Uma relação bonita e, ao mesmo tempo, um ato de coragem, numa altura em que a ilegalidade era bem patente. Felizmente, que tudo mudou e hoje podemos encarar a sociedade de maneira diferente”, explica Ana.

Quanto à lua-de-mel, por enquanto nada está definido, mas para já, vai haver uma festa de arromba para os amigos e convidados.

11 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.