Vereadores executivos de Montemor notificados pelo Tribunal de Contas

Posted by

Luís Leal

A Inspeção-Geral das Finanças (IGF) realizou uma auditoria às contas do triénio 2006/2008 da Câmara de Montemor. Teve como pretexto acompanhar, analisar e controlar a evolução do endividamento da autarquia, entre junho e outubro de 2009.

Especificamente, analisou a qualidade da informação relativa às contas do exercício e à execução orçamental de 2008 e a evolução do endividamento do triénio 2006/2008 (55 por cento em 2006, 51 por cento em 2007 e 42 por cento no ano seguinte).

O relatório da IGF concluiu que o executivo de Luís Leal não cumpriu, em 2007 e 2008, os limites de endividamento líquido. Aquele comportamento, segundo o relatório do Tribunal de Contas, pode configurar responsabilidade financeira sancionatória, imputando-se a responsabilidade aos membros do executivo.

E ao que foi possível apurar, os vereadores executivos do anterior mandato (da coligação PSD/CDS), incluindo o presidente, Luís Leal, já foram notificados. Contactado pelo DIÁRIO AS  BEIRAS, o  presidente de Montemor não quis prestar declarações sobre o assunto.

4 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.