“O principal bloqueio da 3. ª República é a questão financeira”

Posted by

“É uma ilusão pensar-se que é uma alternativa de regime que vai resolver o problema” financeiro do país, afirmou Fernando Catroga, após considerar que o “principal bloqueio da 3. ª República é a questão financeira”. O historiador falava, na noite de sexta-feira (8), na tertúlia moderada por Fátima Campos Ferreira, “125 minutos com…”, no Casino Figueira.

Para Fernando Catroga, o sistema da atual república pode vir a bloquear porque está “maneta”. “Não vejo as forças políticas a fazer com que passemos para uma quarta república presidencialista”, nomeadamente através de coligações. “Parece que só há governabilidade se um partido ganhar com maioria absoluta”, disse.

Ainda a propósito da economia, o catedrático da Universidade de Coimbra considerou-a uma ciência que “só acerta numa coisa: é dizer que a economia vai entrar em crise”. Sem deixar a questão económica de parte, a igreja foi outro dos temas abordados pelo convidado, atravessando séculos de história.

Desde os tempos das revoluções liberais que, para Fernando Catroga, não existem sem luta religiosa, até à sociedade atual, na qual “a forma como os modelos económicos estão organizados, conseguiu que as igrejas estivessem vazias aos domingos”, explicou o historiador. “Estamos bem longe de uma presença normativa da instituição religiosa na determinação das opções de vida”, acrescentou, porque “cresceu o egoísmo, individualismo e autonomia na definição das estratégias de vida”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.