Pedro Olayo faz 80 anos e por pouco não comemora com uma dança no varão

Posted by

Oitenta anos é bonita idade. Sobretudo quando se atinge com a frescura e a verve criativa de Pedro Olayo (Filho). O aniversário assinala-se hoje, mas o pintor há algum tempo que o preparava. Teve azar, com um problema de saúde da filha, mas nem assim perdeu o bom-humor.

“Vocês sabem como eu sou. Gosto de viver bem, dos meus amigos e, claro, de mulheres”. Claro. Por isso, Olayo reservou uma sala num hotel da cidade, convidou um grupo e, sem contar a ninguém, também duas strippers nortenhas. “Como elas dançam, eu entendi que também devia bailar, pelo que fiz por treinar uma dança no varão”.

O infortúnio da filha – perda de visão no âmbito de um tratamento regular – acabou, entretanto, por revelar a Pedro Olayo outro dos “traços fundamentais” da sua idiossincrasia: a importância transcendental da amizade. De férias no Algarve e aflito, o pintor tratou de recorrer a António Travassos, via telefone. O oftalmologista e cirurgião estava também de férias e a sua clínica, em Bencanta, encerrada. Mas logo tudo se resolveu, com uma consulta nocturna que serviu para descansar pai e filha.

Pedro Olayo nasceu a 2 de Setembro de 1930, em Coimbra, onde sempre viveu. Aprendeu a arte com os mestres José Contente e Edmundo Tavares. Viajou e estudou pela Europa do Sul, sobretudo em Madrid e Paris. Acabou por escolher Itália para a graduação, licenciando-se em Belas Artes, pela Academia Araldica Internacionale Il Marzocco, em Florença.

É, acima de tudo, um espatulista, mas também trabalha a aguarela como poucos. A sua primeira exposição foi em 1951, na saudosa na Galeria de “O Primeiro de Janeiro”, na Rua Ferreira Borges. Esteve na fundação do futuro Círculo de Artes Plásticas. Expôs um pouco por todo o mundo. Está representado em inúmeras colecções.

Parabéns Pedro Olayo.

4 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.