Luis Castanheira ouvido no tribunal de Coimbra

Posted by

Foto Carlos Jorge Monteiro

O filho adoptivo da médica Eugénia Madeira esteve de manhã no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Coimbra.

Devido ao forte aparato mediático junto à porta principal do edifício da Rua João Machado, os agentes da Polícia Judiciária escolheram a garagem para levar o presumível homicida até ao oitavo piso do número 10.

À mesma hora que o jovem de 24 anos entrava pela garagem do edifício, o advogado José Rocha Quintal dirigiu-se para a entrada principal do prédio. Instado pelos jornalistas, o defensor de Luís Castanheira não confirmou, por estratégia, que o seu cliente já tenha confessado a autoria do homicídio na madrugada de 7 de Setembro.

José Rocha Quintal confirmou que o jovem terá colaborado com as autoridades, estando agora a ser ouvido pela presumível prática de um crime de homicídio qualificado.

Sobre as razões que terão levado à prática deste crime, o advogado referiu que o jovem estaria “a passar uma fase difícil”.

19 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.