Prioridades dos Bombeiros de Montemor-o-Velho

Posted by

Adequar os meios aos recursos humanos também faz parte dos projectos do responsável operacional da corporação.

Paulo Alexandre Rama Teixeira tem 47 anos e é formado em gestão de empresas. Chefe da Divisão de Contabilidade da Câmara de Montemor, pertence à corporação desde 1999. Quando lhe perguntam quais são as suas prioridades, o comandante não hesita na resposta: “formar e instruir”. Que é como quem diz: “ministrar formação contínua e fazer exercícios e simulacros regulares”.

Comandante dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho, recentemente empossado, Paulo Teixeira é formador externo da Escola Nacional de Bombeiros. Tem como especialidade o combate a fogos urbanos e industriais. Agora que as apresentações estão feitas, compreende-se melhor a prioridade do responsável operacional. “Quando deixar de estar preocupado com o meu colega do lado, chegarei à conclusão que já fiz muito pela corporação”, sintetiza.

Portanto, formar, formar e formar. Passando da formação para a formatura, Paulo Teixeira tem cerca de 100 homens e mulheres para comandar. O dispositivo conta com os 30 operacionais que asseguram a secção de Arazede, a maior freguesia do concelho. Não são de mais, tendo em conta que a mancha florestal cobre cerca de 40 por cento do território de Montemor.

Capacidade de resposta

Nesta época do ano, os bombeiros estão em alerta máximo, para poderem responder imediatamente aos fogos florestais. “Os meios e os efectivos são suficientes para darmos resposta a esse tipo de ocorrência”, garante o comandante. É claro que nenhuma corporação do país pode prescindir de reforços externos quando as circunstâncias os exigem.

No caderno de encargos do comandante do corpo de bombeiros montemorense está ainda sublinhada a “adequação dos meios aos recursos humanos”. Outro dos desideratos passa pela recuperação e renovação da frota. Porém, este objectivo não depende apenas da vontade de Paulo Teixeira, já que a saúde financeira dos Voluntários de Montemor não difere da maioria das corporações do país. Por último, mas não menos importante, aquele responsável pretende “congregar e motivar” os elementos do corpo de bombeiros.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.