Ministra Canavilhas visitou CAV, A Escola da Noite e Santa Clara

Posted by

Em visita a Coimbra, a primeira no exercício de funções, Gabriela Canavilhas reconheceu que a cidade, nos últimos anos, “deixou-se ultrapassar por outros centros, como Lisboa e o Porto”. Mas, para a ministra da Cultura, os projectos que ontem visitou – o Centro de Artes Visuais, A Escola da Noite e o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha – fazem, entre outros, nomeadamente o Festival das Artes, um conjunto capaz de “inverter essa situação”.

Em declarações aos jornalistas no âmbito da visita que realizou a estes três projectos estruturantes no tecido cultural da cidade, a ministra recordou ainda a importância fundamental de as políticas culturais estarem “alicerçadas no poder local”. A “autarquia tem de ser um parceiro incontornável, em todas as iniciativas culturais”, disse Gabriela Canavilhas, afirmando que “em Coimbra ainda temos algum trabalho a desenvolver”. E “é isso que estamos a fazer”, garantiu a responsável.

Em Coimbra para encerrar o Festival das Artes, na Quinta das Lágrimas, Gabriela Canavilhas, que se fez acompanhar por João Aidos, recém empossado director-geral das Artes, e António Pedro Pita, director regional da Cultura do Centro, esteve no Centro de Artes Visuais (CAV), onde visitou a exposição “Imaginário da paisagem” e se inteirou da situação de “impasse” em que vive a instituição, a assinalar 30 anos dos Encontros de Fotografia.

Agendado para os primeiros dias de Setembro ficou um encontro com Albano Silva Pereira, o director do CAV, que espera conseguir o “apoio e abertura necessárias” para desenvolver as enormes potencialidades de um projecto que nasceu para dinamizar a arte fotográfica a nível nacional e nos grandes circuitos internacionais.

N’A Escola da Noite

Dizendo-se “muito bem impressionada com as excelentes condições de trabalho que A Escola da Noite tem” no Teatro da Cerca de São Bernardo, Gabriela Canavilhas prometeu a sua presença na próxima “estreia” da companhia profissional de teatro de Coimbra.

Quanto a Santa Clara-a-Velha, projecto em relação ao qual reconheceu já ter ouvido “todo o tipo de elogios”, a ministra afirmou ir ao encontro de todas as suas melhores expectativas: “Estou a admirar o trabalho desenvolvido ao longo de muitos anos, que já demonstrou estar à altura das expectativas criadas, não apenas pelo número de visitantes, mas também pelos prémios nacionais e internacionais já conseguidos”, disse Gabriela Canavilhas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.