Expofacic-Cantanhede “entrou noutro campeonato”

Posted by

O jantar de encerramento da XX edição da Expofacic-Exposição-Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede-Festas do Concelho reuniu patrocinadores, comissão executiva e colaboradores da organização. João Moura, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, agradeceu o apoio dos patrocinadores e atribuiu ao colectivo o êxito da edição 2010 do certame, sublinhando o trabalho de “muitos que ficam no anonimato, mas que cuja dedicação 24 por horas por dia é essencial à instalação e  funcionamento da feira”.

O recorde de visitantes – 416 mil no total – e o último dia da Expofacic, com 73 mil visitantes, são, segundo o autarca, o corolário de todas as edições do certame. “Foi um dia excepcional, foi o maior de todas as edições, reflecte a conjugação de vários factores – o espectáculo de Tony Carreira, o primeiro de Agosto, a presença dos emigrantes – e fica para sempre na nossa memória”, disse.

O trabalho realizado ano-após-ano “tem vindo a consolidar-se” e, neste momento, João Moura está mais preocupado com a “qualidade da feira”, já que o número de visitantes – na ordem dos 400 mil – é já muito significativo. A presença da SIC, como canal de televisão oficial, confirma o estatuto da Expofacic como certame nacional e, considera João Moura, representa a entrada “noutro campeonato”,  projectando o concelho de uma forma muito positiva. “Para o ano cá estaremos todos para fazer da 21.ª edição uma Expofacic ainda melhor do que esta”, referiu.

Patrocínio Alves, presidente do conselho de administração da INOVA-EEM, destacou os “10 dias em grande”, o apoio da SIC e o impacto que a Expofacic alcançou junto da administração do canal de Carnaxide. “O director de marketing garantiu que estarão presentesm no próximo ano, com um espaço próprio para a cobertura da feira”, avançou.

Nos meios musicais nacionais e internacionais, a Expofacic “é já uma referência”, já que quem pisa o palco principal do certame de Cantanhede vive emoções fortes. “Rui Veloso emocionou-se e cantou durante duas horas e um quarto, a Ana Moura ficou surpreendida com a audiência. Costumo dizer que, neste momento, é Lisboa, Porto e Cantanhede“, confessa.

A venda de cerveja é outro dos indicadores da dimensão e do sucesso do certame, tendo a Sagres, segundo Patrocínio Alves, aumentado em 30 por cento o volume de negócio em relação ao ano anterior. Mesmo assim, o presidente do CA da INOVA-EEM afirma que é necessário criar outros pontos de interesse e rectificar o que está menos bem. O inquérito realizado aos expositores e visitantes ajudará no processo. A Aldeia de Portugal, explica, sofrerá algumas modificações e “com certeza que será melhor no próximo ano”.

O cartaz de espectáculos (e não só…) para 2011 começa a ser definido após as férias e, no próximo ano, a Expofacic terá um novo pórtico, a primeira consequência do projecto de requalificação do Parque de S. Mateus em que é realizada.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.